logo
titulo-noticias
CONSEG BOMBINHAS DEVERÁ SER REATIVADO.
CONSEG Bombinhas deverá ser reativado

Não poderia ter sido melhor. Diversas lideranças compareceram sexta-feira, dia 2, às 19.30hs na AEMB – Associação Empresarial de Bombinhas – para participar da reunião com propósito de reativar o Conselho Comunitário de Segurança – CONSEG – para as regiões do Centro, bairros Bombas, José Amândio e Quatro Ilhas, o CONSEG-Bombinhas. Já funciona no município o CONSEG-Mariscal, que compreende a região que engloba os bairros Mariscal, Canto Grande, Zimbros, Sertãozinho, Morrinhos, as praias da Conceição e da Tainha.

A retomada das atividades do CONSEG-Bombinhas foi aventada em reunião realizada no mês de julho na AEMB-CDL, entre as diretorias das duas entidades, representantes do CONSEG-Mariscal e das polícias Civil e Militar. Aliás, as duas polícias têm acento cativo no Conselho porque são membros efetivos e pressuposto básico para a existência do mesmo, sem as quais não podem, inclusive, ser realizadas reuniões ordinárias e extraordinárias. No caso do CONSEG-Bombinhas que já existe, a ideia é retomar as atividades paralisadas desde 2008.
Além das lideranças locais, compareceram no dia 2 na AEMB representantes da Secretaria de Segurança do Estado de Santa Catarina, que atuam na organização, capacitação e acompanhamento dos Conselhos Comunitários de Segurança em todo o estado. O Tenente Coronel Duarte, a doutora Vanessa de Oliveira Corbani, Delegada e o Cabo Dalmir Marcelino, assessor. E suas presenças propiciou uma palestra conduzida pelo Tenente Coronel Duarte, que demonstrou números da violência em Santa Catarina, bem como a realidade da população carcerária no Brasil, fazendo comparativos dos últimos 12 anos, bem como os principais sintomas da crescente onda de violência, suas causas, custos financeiros, mas também as medidas e alternativas para a redução da realidade à partir de uma politica de participação da própria comunidade, na condução de atividades e ações que possam já no cerne da questão, colaborar para que os índices de criminalidade comecem a serem reduzidos, com atenção à criança e a inserção do jovem em atividades que lhes permita passar longe passar longe do mundo do crime. “Nós já sabemos que apenas prender por prender, encarcerar, não resolve a questão da violência, pelo contrário. A partir da prisão de um cidadão, se desencadeias outros problemas, sintomáticos, porque joga a própria família que fica do lado de fora, para este universo. E é aí que entra a comunidade, que deixa de estar de costas, para enfrentar o problema de frente”, disse Tenente Coronel Duarte.
Para a doutora Vanessa Corbani o CONSEG não pode ser considerado um instrumento politico e ambiente para tendências e oportunismo eleitoreiro. É ente isento e totalmente distante de interesses pessoais e de grupos. A atuação volta-se especialmente para prevenção, não se constitui em instrumento de denúncia, mas caixa de ressonância da sociedade, para trabalhar para evitar que a violência amplie e se instale. “Nós queremos muito esta retomada do CONSEG-Bombinhas, mas quem deve querer mais é a comunidade. Entender o que faz o conselho, e partir para as ações”, declarou.
Membro da Comissão Provisória formada para trabalhar a retomada das atividades do CONSEG-Bombinhas, o empresário Francisco Maciel classificou como muito positivo o encontro, e também mostrou-se motivado para que ocorra muitas adesões ao movimento. “Acho que alcançamos muito bem o primeiro objetivo. Porque tivemos uma resposta muito boa, especialmente porque reunimos muitas pessoas numa noite de sexta-feira, que saíram de suas casas para vir ouvir e discutir medidas que melhore a segurança de todos”, acentuou Francisco Maciel. A Comissão Provisória formada para levantar toda documentação existente junto ao CONSEG-ESTADUAL, órgão mantido junto à Secretaria de Segurança do Estado, para dar prosseguimento ao de Bombinhas, bem como procedimentos necessários para retomada das atividades, é composta ainda com os voluntários, Pedro Augusto Schmitt de Carvalho, Nilton Fogaça, Valmor Maito, Artur Medeiros e Sylvio Gumz. “Aproveitamos para convidar todas as entidades privadas, entidades públicas, associações empresariais, de bairros e pessoas físicas, situadas ou residentes nos bairros Centro, Bombas, José Amândio e Quatro Ilhas para que se inscrevam como membro voluntário do Conseg - Bombinhas cujas fichas estão à disposição na sede da AEMB e CDL”, informa Valmor Maito, um dos membros da Comissão Provisória.
Participaram também da reunião os presidentes da CDL, Gilcineia dos Anjos, da AEMB Mário Pera, os coordenadores dos núcleos setoriais da AEMB, Alexandre Klock da Gastronomia, Valmor Maito do Imobiliáiro e Construção Civil, presidente do CONSEG-Mariscal Carlos Lustosa, secretário da Assistencia Social de Bombinhas Mauricio Leal, que já presidiu o CONSEG-Bombinhas, delegado Luiz Carlos Hauffe, sub-tenente José Rudinei Schultz da PM Bombinhas, tenente Israel representando o comando do 12º Batalhão da PM de Itapema, lideranças comunitárias e empresariais de diversos setores.

Clique na foto para ampliar.
j.miniatura.name}} j.miniatura.name}}
Escolha o setor e encontre, em Bombinhas,
tudo o que você precisa.
busca
Bombinhas é, reconhecidamente, um dos destinos mais lembrados e procurados em todo o litoral brasileiro.
publicidade-1
Copyright 2008 - Todos os direitos reservados - AEMBombinhas.com.br
A AEMB/CDL | Associados | Campanhas | Convênios | Notícias e Eventos | Turismo | Contato